- Advertisement -
DestaqueHá exatos 36 anos Anápolis voltava a eleger democraticamente o seu prefeito

Há exatos 36 anos Anápolis voltava a eleger democraticamente o seu prefeito

Nem todos sabem, mas Anápolis já foi considerada área de segurança nacional durante a ditadura militar (1964-1985), que foi o grande “pretexto” para que em 1973 o prefeito eleito José Batista Júnior (PMDB) fosse cassado do seu mandato.

Daquele momento em diante começou uma batalha intensa pela retomada do direito legitimo dos anapolinos de escolherem novamente o seu prefeito, por meio do voto, algo que só aconteceu em 22 de Novembro de 1985.

O jornalista e ex-deputado estadual Romualdo Santillo, viveu a história de perto e hoje (22), em suas redes sociais relembrou o fato que classificou como: “DIA HISTÓRICO PARA A DEMOCRÁTICA CIDADE DE ANÁPOLIS!!!”

“Neste dia, em 1985, depois de 12 anos de prefeitos nomeados pela Ditadura Militar de 64, ANÁPOLIS voltava a ter seu prefeito eleito pelo povo, em voto direto, livre e democrático.

No comício de encerramento da campanha vitoriosa, Ulysses Guimarães, que era Presidente Nacional do PMDB, dirigiu sua palavra de entusiasmo pela Anápolis Democrática. O PMDB foi o grande vitorioso da Campanha para eleição do novo Prefeito da cidade. ADHEMAR SANTILLO, que era Deputado Federal, disputou as eleições para Prefeito, e derrotou o principal adversário por uma diferença de 16 mil votos.” Lembrou Romualdo.

Um momento que só foi possível graças a luta e dedicação de homens e mulheres que não se acovardaram em seu tempo. Foi essa luta que devolveu a manchester goiana o protagonismo que sempre lhe pertenceu, o resto é história.

Últimas Notícias

INSCREVA-SE

TENHA ACESSO EXCLUSIVO

FIQUE POR DENTRO DAS ULTIMAS NOTÍCIAS

Ao se inscrever você ficará por dentro das últimas notícias

Mais Nóticias